Sessão só pra nerds?


Eu não sou fã de games, de vez em quando jogo um Super Mario, mas só. Também não sou uma grande conhecedora de HQs, não tinha lido a versão de Scott Pilgrim em quadrinhos antes de ver o filme. Então achei exagero essa papo que ouvi por aí de que o filme só agrada quem é geek e conhecedor desse mundo que está... podemos dizer, na moda?
O mundo geek está ganhando cada vez mais força, isso é inegável. Recentemente esteve nos cinemas A Rede Social, um ótimo filme sobre um "nerd" que se tornou um dos jovens mais poderosos do mundo após criar o Facebook. Agora, fomos presenteados com Scott Pilgrim Contra o Mundo (Scott Pilgrim vs. The World, 2010), de Edgar Wright, que conta a história de um jovem que encontra a garota dos seus sonhos, mas para ficar com ela é preciso enfrentar e vencer seus "7 Ex-Namorados do Mal". A princípio, parece uma comédia-romântica adolescente com uma abordagem diferente, mas com as entradas dos citados ex-namorados percebemos o verdadeiro diferencial da obra. Um filme que infelizmente recebeu menos atenção da mídia nacional e menos divulgação que o outro citado, o que é uma pena porque apesar das várias referências a elementos não muito conhecidos pela maioria, acredito que a adaptação da história para os cinemas foi feita com muito cuidado para não comprometer o resultado final e é totalmente apta a agradar outros públicos.
Quem possui um vasto e detalhado conhecimento dos elementos citados durante a sessão teve uma experiência mais rica e emocionante, sem dúvida. Posso dizer isso porque assisti acompanhada de uma pessoa muito mais íntima do tema do que eu. Mas estou expondo aqui minhas impressões como cinéfila somente, e quem é cinéfilo não pôde deixar de notar as ousadas inovações na linguagem usada e na edição, preservando a essência dos quadrinhos nas atuações, nos cortes de câmera e nos efeitos visuais e sonoros empregados durante o filme do começo ao fim, não somente nas cenas de ação como é de costume.
Uma das edições mais criativas que já vi, com ares de anime, além de o tempo todo aproveitar situações do cotidiano para adicionar um efeito visual que remeta a videogames, criando a ilusão de que o filme é um game no estilo anos 90, ilusão que vai crescendo ao longo do filme, principalmente quando são iniciadas as "lutas", tudo isso acompanhados de uma ótima trilha sonora, em parte graças a "Sex Bob-Omb", banda onde Scott toca baixo. Para completar a experiência, digo a vocês que nenhum desses recursos meticulosamente colocados brilham de forma vazia, porque todos servem como um complemento pra uma história simples, porém bem amarrada e com um ritmo rápido, não deixando o espectador entediado em nenhum minuto, além de seu elemento fantasioso(por muitos classificado como "nonsense") que lhe dá personalidade e personagens carismáticos. Quanto a Michael Cera, que interpreta o protagonista... o cara dá conta do recado direitinho, mas preciso aproveitar o espaço para fazer uma observação: é só impressão minha ou vocês também já notaram que parece que ele interpreta sempre a mesma pessoa em todos os seus filmes? Mesmo jeito, mesma personalidade, mesmo tudo. Mas enfim, isso não tira o brilho do filme, já que ele tem o perfil do personagem. Pelo menos parece, vou ler a HQ para conferir. Mas não só por isso, mas também porque o filme me encantou mesmo. Envolvente, engraçado e muito original.

Trailer.

15 comentários:

Alan Raspante disse...

Não, não é impressão sua: em ASOLUTAMENTE todos os filmes, M.Cera faz o mesmo papel de nerd, só muda o nome, rs

Enfim, quero muito ver este!

gabriel disse...

Putz, estou querendo muito ver tanto esse quanto Kick Ass, ainda não consegui ver nenhum e andam falando tão bem dos dois. Do Michael Cera, eu só vi Juno, então não posso contestar ou confirmar tua afirmação. Vou procurar agora Scott Pilgrim e ver o mais rápido possível.
Abraços (:

Danielle disse...

Ju, que lindo o seu blog!

Vou ficar honrada de ter minha postagem sobre The Audrey Hepburn Treasures linkada aqui!

Beijos e até logo
Dani

Dezito (André Sousa) disse...

Obrigado pela visita pelo Febre 7ªarte :) E parabéns pelo seu blog

Cumps

Mayara Bastos disse...

Primeiro, quero desejar sucesso ao seu blog, é lindo!

E não é impressão: Cera faz o mesmo papel de sempre, ficou marcado. rsrs. E quero conferir o filme, o diretor é ótimo, é responsável por "Todo Mundo Quase Morto" e "Chumbo Grosso", comédias impagáveis. rsrs.

Beijos! ;)

Andreia Mandim disse...

Bem vinda à comunidade de bloggers de cinema :)

Já vi que estás a começar, por isso boa sorte.

Infelizmente, concordo, filmes como Kick Ass e Scott Pilgrim vs. the world tiveram muita pouca atenção...enfim. Ao passo que uma das obras menos boas (não má) de Fincher é a que está a receber mais atenção...Não sei bem o que se passa, mas até Inception fica de parte..Esperemos pelos Óscares e por ver o que acontece ;)

http://cinemaschallenge.blogspot.com/

Emmanuela disse...

Seu blog ja é obrigatório ! Vou divulgar no cinema pela arte com o maior prazer.

Perdoe a pressa com que escrevi o comentário. Estrei sempre aqui!

Jeniss Walker disse...

Hehe, esse filme é formidável. Tomara que esteja entre os indicados ao Oscar de melhor roteiro adaptado. Abraço :)

Alexandre disse...

Meu filme favorito de 2010! Consegue captar o clima nerd, rocker e pop de maneira explendida.

Anônimo disse...

esse filme é muito bizarro. sem sentido. eu gostei até. mas nao entendi o que o diretor quis passar com ele.

turkao disse...

Eu q nao curto muito HQ achei esse filme divertidissimo e bem produzido!....um dos melhores do ano!

Ingrid disse...

o Michael Cera nterpreta sempre personagens parecdos pq todos já o veem assim. Sempre o chamam para papéis parecdos

Ingrid disse...

o Michael Cera nterpreta sempre personagens parecdos pq todos já o veem assim. Sempre o chamam para papéis parecdos

Anônimo disse...

Este filme foi ótimo! Teve ótimas sacadas audio-visuais. Único defeito é q o personagem não parece ser tão nerd qto foi nos levado a crer.

Célia disse...

Ju adorei seu blog tive contato com ele atravéz do 1/3.
A partir de hoje serei sua seguidora.

 
Moviewalk
Design por Ju B. ~ Tecnologia do Blogger